Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular

CardiologiaO setor de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular do Hrim  se destaca  por tratar doenças cardiovasculares associadas à nefropatia  crônica, tanto para pacientes em programa de hemodiálise, como transplantados renais. Isto não surpreende, uma vez que os principais fatores de risco para a doença arterial coronariana, como diabetes, hipertensão e dislipidemia, são também os fatores de risco para a doença renal crônica.

O setor conta com equipamentos como:  eletrocardiógrafo, ecocardiógrafo com Doppler colorido, monitores multifuncionais, cardioversores e desfibriladores, balão de contrapulsação aórtica, equipamento de hemodinâmica e angiocardiografia digital com capacidade de realização de cateterismos cardíacos e vasculares periféricos, tanto diagnósticos (angiografias) quanto terapêuticos (angioplastia).

Um grande número de pacientes com doenças renais, associadas à doenças cardiovasculares,  tem sido tratado com angioplastia coronariana com implante de stent, cirurgia de revascularização miocárdica e cirurgia para correção de valvopatias. De fato, muitos desses pacientes só  são liberados para o transplante renal  após o tratamento cardíaco.

Atualmente, o setor de cardiologia do Hrim realiza mensalmente mais de 250 cateterismos cardíacos e vasculares periféricos, 30 angioplastias coronarianas e cinco cirurgias cardíacas.

Além dos pacientes renais crônicos e dos transplantados de rim, o serviço de cardiologia também atende pacientes provenientes da rede pública, privada e convênios, prestando assistência a todos os pacientes com patologias cardiovasculares, nos mais variados graus de complexidade.

Hipertensão arterial e metabologia cardiovascular

Neste departamento trabalham médicos das disciplinas de nefrologia, endocrinologia, psiquiatria e gastrocirurgia, além de profissionais das áreas de enfermagem, nutrição e psicologia. Atuando em conjunto, esses profissionais oferecem diagnósticos e tratamento para pacientes com hipertensão arterial, diabetes, alteração do perfil lipídico, síndrome metabólico e obesidade. Nesse centro também são avaliados os casos de obesidade mórbida, onde se indicam as cirurgias de correção e acompanhamento pós-cirúrgico.

O Centro de hipertensão arterial do Hrim  se destaca nos estudos mais recentes sobre casos de diabetes tipo 2, obesidade, hipertensão e alterações metabólicas como a dislipidemia. Além do tratamento convencional das diferentes condições clínicas, esse Centro acompanha, através de protocolos clínicos, os mais avançados procedimentos e tratamentos desenvolvidos no mundo. São atendidos em média 1000 pacientes por mês neste setor.

As consultas são feitas por agendamento.